Quarta-feira, 17 de Outubro de 2007
A minha luta

Hj tou pensativa. Pensativa em relação à vida e a td pq passei. E isso ñ ker dizer q esteja mal, pq tb já recordei hj cenas hilariantes q me aconteceram.

Há 6 anos q tou separada/divorciada e durante estes 6 anos tt coisa se passou q parece uma vida. Coisas boas, coisas menos boas, enfim, coisas da vida de kem vive e luta sozinha.

Ontem à noite estava em casa, já tarde, dps de vir do hipermercado e gastar uma pipa de massa L, e comecei a olhar pra td o q me rodeia na minha casa q tt adoro. Dei por mim a pensar, modéstia à parte, q fui e sou uma grande mulher, q há 6 anos começou do zero, e qd digo zero é mm do zero, e agora tenho uma casa q, embora simples é bem confortável.

Tive muitas ajudas no início, pessoas q me emprestaram electrodomésticos inclusivé, os quais já consegui substituir por outros comprados por mim. Até os pratos eram emprestados L.

Sempre fui mto organizada em termos financeiros, mas antes de me separar, a vida era mais desafogada, ñ era necessario fazer tt contas. Qd me separei, fui viver pra um anexo horrivel na Costa da Caparica. Uma casa sem condiçoes (so tinha agua kente na banheira, c o eskentador dentro da propria banheira, tomava banho de frente pro eskentador, sempre aterrorizada) mobilada c coisas do tempo da minha avó, tdas a desmancharem-se de velhas, e um senhorio q entendia q tds os dias tinha q ir dar volta à casa (cheguei a pôr marcas no frigorifico e ele abria-o tds os dias). A renda era cara (75 contos, na altura ainda havia escudo) e como ainda pagava coisas da outra casa onde tinha morado aquando casada, fui à “falência”. Ñ tenho vergonha de dizer q passei fome, ñ no verdadeiro sentido da palavra, mas comia mal. Ñ tinha dinheiro pra mandar arranjar o carro por isso chumbou na inspecçao. Como o seguro tava em nome do meu ex-marido e ele anulou-o, ñ podia fazer novo seguro enqt o carro ñ passasse na inspecçao.

Andei mais de meio ano sem inspecçao nem seguro no carro. Ainda hj qd vejo 1 polícia o meu coração salta. Eheheheheh

Um dia decidi q ñ podia continuar assim, fui a um centro comercial e falei numa loja q estavam a pedir uma empregada. Nem sei como, pq ñ tinha experiência, consegui o trabalho. Fins-de-semana das 15 às 24 horas. Em 1 mês e meio ganhei o suficiente pra mandar arranjar o carro, ir à inspecção e fazer o seguro.

Dps tive q deixar o anexo pq ía pra obras. Era suposto ir novamente prá casa na qual tinha morado quando estava casada, mas eis q, já c a tralha td dentro do carro, me foi comunicado q as fechaduras tinham sido mudadas e q eu ñ podia lá entrar. Eram cerca das 12 horas dum sábado do início de Junho de 2002, na margem sul do Tejo, e eu entrava às 15 na loja em Lisboa. Foi um dos piores momentos da minha vida. Com pouco dinheiro e sem casa, cheguei a pôr a hipótese de estacionar o carro numa rua pouco movimentada e ficar a dormir dentro do carro durante uns tempos. Dps decidi alugar um quarto numa residencial, mas só podia ser por poucos dias.

Passado aproximadamente 1 semana, deixaram-me entrar em casa, onde fikei 3 meses, embora separada na mm, visto a casa ser mto grande.

Em Setembro vi-me obrigada a sair novamente da casa, em parte por alguma tortura psicologica q se vinha a tornar hábito e aí fui pra casa duma amiga. Tb aí sem condições, dormia na sala da entrada, mas agradeço-lhe imenso o tecto q na altura me deu.

Por fim, lá consegui alugar uma casa de 2 assoalhadas. Parecia-me um sonho!

Vivi nessa casa até Janeiro deste ano. Finalmente consegui concretizar um sonho há tt tempo esperado. Comprei um apartamento de 3 assoalhadas, para poder ter o meu filho cmg, onde vivo desde finais de Janeiro. O meu filho optou por viver cmg dd Abril.

Olho prá trás e vejo q lutei mto, mas essa luta deu frutos. Agora sou uma pessoa feliz!

Continuo a lutar imenso, pq é dificil viver só c 1 ordenado, mas tou feliz na minha casa e c o meu filho.

E há uma coisa q me preocupa tds os dias: ter sempre dinheiro pra pagar a casa, pq ver-me num carro sem ter uma casa pra onde ir, deixou marcas mto profundas.

 

Joana

 

sinto-me: Lutadora
tags:
publicado por Joana às 17:14
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De O_Resistente a 12 de Novembro de 2007 às 17:04
Olá Joana,triste história a tua mas com um final feliz,ainda bem e graças á tua força.Agora que já passaste por tudo isso é bom poderes contar isso assim,pois não é fácil expor assim a vida,mas acabas por dar um grande exemplo para as outras pessoas,eu incluido.
Mostraste que és uma Mulher de força,que a amizade quando é verdadeira é a única salvação que encontramos,porque por vezes na familia isso não se encontra,que o trabalho e a força de vontade é um previlégio que só algumas pessoas entendem,tu és uma delas.
Obrigado por seres assim,porque depois de ler um texto como o teu,deixas uma mensagem de que vale a pena lutar,que não é fácil,mas que a perseverança resolve tudo e ter os objectivos bem defenidos na vida.
Um beijo,felicidades que tenhas mais sorte,porque força não te falta.
De Joana a 22 de Novembro de 2007 às 10:19
Obrigada pelo teu comentário, fikei lizongeada. Obrigada!
Desculpa só ter respondido agora ao teu comentário, mas nem tenho vindo aki. Mas hj mm vou pôr um post, simbolo de uma nova etapa da minha vida q espero vencer.
Beijocas e td de bom tb pra ti

Joana
De Joaquim António Martins Silva a 4 de Janeiro de 2008 às 16:33
O que sempre gostei foi de seres uma lutadora, só espero e quero é continues assim
Beijinhos
De Joana a 4 de Janeiro de 2008 às 17:28
E sempre fui à luta, eu sei. Nunca lhe virei a cara, como tu costumas dizer. Mas há uma altura em q o cansaço é extremo e a força pra lutar esgota-se. Isto devido a várias razoes: ou pq o esforço feito ñ surtiu efeitos ou pq o esforço foi imenso e direccionado pra vários sitios e estou extenuada. É o q sinto neste momento, tou extenuada de tt lutar. Por isso agora baixo os braços e fico no meu canto, à espera q mais alguém lute sem ser só eu.
Espero q entendas a mensagem

Bjocas

Joana

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. A Primavera

. 1 Ano Depois

. Separação Temporária!?

. Tenho saudades!

. Adeus Amiga!

. Fim de Semana Agradável

. Pouco em comum...

. Mal Entendidos, Kem Os Nã...

. Doidos!... Mãe e Filho!

. "Crise" de quê????

.arquivos

. Maio 2011

. Março 2010

. Setembro 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.tags

. todas as tags

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds