Segunda-feira, 2 de Abril de 2007
Meu Filho, Meu Tesouro!

O meu filho é o meu tesouro! Posso ñ ter nada na vida, só ele chega pra encher a minha vida de felicidade. Por ele faço td, mm td.

Fui mãe aos 26 anos, dps de uma gravidez mto atribulada. Além de ter tido problemas durante a gravidez (tive ameaça de aborto por 2 vezes), fikei sem os 2 empregos q tinha na altura. Isso levou a q esse período fosse um pouco de insegurança, mas já nessa altura falava mto c o meu filho, dizia-lhe q juntos havíamos de conseguir vencer.

E vencemos! Talvez por isso somos mto cúmplices, basta-nos um olhar pra sabermos o q o outro ta a pensar.

Qdo ele tinha 11 anos, separei-me do pai dele e aí sofri imenso pq ele ficou c o pai, por opção minha, pq na altura ñ tinha condições pra o ter e axei q ñ devia impôr isso. 1º estava e estará sempre ele! Passaram-se 6 anos e agora, c uma casa “decente” ele ker viver cmg. Só q isso foi mal recebido plo pai.

E novamente sofro por pensar q ele tb sofre c o q se tá a passar.

Descobri há pouco tempo q ele tem um problema psicológico (Perturbação Obsessiva-Compulsiva), mas reparei q nos últimos meses tinha andado bem melhor. Agora, c o stress da situação, o problema voltou em força.

Sinto-me tão confusa, keria q o pai se apercebesse q os entraves q tá a provocar na saída dele só o estão a prejudicar. Que ele precisa de ter calma e estabilidade, pra conseguir controlar akele problema (q sabe q tem e tenta controlar). Fala-se tb em Doença Bipolar, mas só o psikiatra poderá diagnosticar isso, e ainda estamos no início da busca do q será realmente.

Meu filho, meu tesouro! Mais uma vez vamos vencer! Prometo!

Joana

sinto-me: Mto Mãe
publicado por Joana às 14:05
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De apenasMadalena a 2 de Abril de 2007 às 17:31
Minha grande melhor amiga, sabes que sempre fui talvez a primeira a não concordar com algumas atitudes e decisões tuas e sempre to disse, sem falsidades ou piedade, agora há uma coisa que eu me permito dizer que não admito a ninguém: é duvidar do amor que sempre tiveste e tens pelo teu filho! Por ele fizeste sempre td o que te era humanamente possível e chegaste a passar até privações para lhe poderes dar tudo o que ele necessitava. E sobretudo sempre lhe deste a maior atenção e carinho do mundo, que é o principal e o melhor que se pode dar a alguém que andou 9 meses dentro de nós.
Afirmo aqui e agora e onde for preciso que és uma super mãe! Que ninguém nunca ouse à minha frente duvidar disso!
Bjokas mt mt gandes
Madalena
De Joana a 3 de Abril de 2007 às 12:29
Bigada Amiga! Até fikei comovida.
Bigada por me apoiares sempre, seja em q circunstância fôr!

Bjocas

Joana

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. A Primavera

. 1 Ano Depois

. Separação Temporária!?

. Tenho saudades!

. Adeus Amiga!

. Fim de Semana Agradável

. Pouco em comum...

. Mal Entendidos, Kem Os Nã...

. Doidos!... Mãe e Filho!

. "Crise" de quê????

.arquivos

. Maio 2011

. Março 2010

. Setembro 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.tags

. todas as tags

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds