Sexta-feira, 13 de Abril de 2007
Isto é..... TODO-TERRENO! (Parte II)

E então lá veio o pai do Vasco (o Carlos) buscar-nos.

Td correu bem, almoçámos perto duma barragem, um sítio lindissimo, subimos uma rampa corta-fogo e até fomos aplaudidos. Convém dizer q aí ía o meu filho ao volante. Eu só guio em passeio, qd é TT puro guia ele.

No final, uma pista de obstáculos. Vamos? Ñ vamos?

Acabámos por ir e o radiador furou!

Daí prá frente foi um mar de confusões e de stress. O jipe começou a akecer imenso.

 

-         Joana, venham depressa até à minha porta pra metermos  água no jipe e vermos o q se passa – disse o Carlos – Tenham calma, td se vai resolver.

 

Lá fomos, mto rapidamente, antes q o jipe akecesse ainda mais.

Começaram a meter água no radiador c uma mangueira e nunca mais tava cheio.

 

-         Q estranho! Já devia tar cheio! – comentou o Carlos.

-         Desliga o motor, o jipe tá a akecer mto! – disse o Luís.

 

E foi dado o veredicto final:

 

-         Liguem para a assistência em viagem a pedirem um reboke e um taxi pra vcs, mas 1º jantam connosco. Ñ há pressa de irem pra cima (Almada). Vai o jipe agora, vcs vão + tarde!

 

Ligámos pro seguro (feito no dia anterior! Só dou prejuízo àkela companhia de seguros) e combinámos irem rebocar o jipe ao pé do tal café onde nos encontrámos de manhã, pq eu ñ sabia dar indicação de outro sítio, nem seker sabia onde estava.

Metemo-nos no jipe, mas agora tinha q ser td feito mto rápido antes q o jipe akecesse acima do limite aconselhável.

Cheguei a uma rotunda e parei:

 

-         Oh amigo, sabe-me dizer por onde ir pra Ferreira do Alentejo?

-         Mas você tá em Ferreira do Alentejo!

-         Ah! (c ar de parva! Ehehehe) Então onde fica a capela redonda?

-         É só seguir essa estrada até ao fim.

 

OK!!! Lá vamos nós q o jipe já estava a akecer mto.

 

Fomos os últimos a chegar ao restaurante. Já toda a gente tava a comer um belo dum ensopado de borrego.

 

-         Atã nã kerem umas tapãzinhas? – perguntou um dos rapazes das motas, q estava sentado ao lado do Luís.

-         Eu ñ kero cá tapazinhas, kero é comer rapido antes q chegue o reboke.

 

Ups! Pedi-lhe desculpa. De facto eu tava mm nervosa e ele foi a 1ª pessoa q falou cmg, além do meu filho.

Tava a acabar de comer:

 

-         Tou, Dna Joana?

-         Sim!

-         Sou do reboke, tou aki à porta do restaurante pra rebocar o jipe!

 

E lá vou eu, já nem a sobremesa comi.

Toca a meter em sacos a tralha toda q estava no jipe e lá vai ele de reboke.

Lágrimas nos olhos, pq pra nós ele é o nosso menino!

Chego novamente ao restaurante:

 

-         Joana!

 

Fico admirada. Pq é q me estao a chamar?

 

-         Joana! É pra vir receber a lembrança!

-         Ah, ok! Vamos embora Luís!

 

Recebi a lembrança de participação, voltei-me pra tds e fiz juz à participação do meu filho:

 

-         Esta lembrança ñ se destina a mim, mas sim ao meu filho Luís, pq ele é q me ensinou td o q eu sei sobre como guiar em todo-terreno. Obrigada a tds plo apoio q nos deram durante td o passeio e principalmente ao Carlos e ao Vasco pla paciência q tiveram connosco. Kero tb dizer q o jipe acabou de ir de reboke e estamos ambos um pouco tristes.

 

Ñ estava à espera da reacção q se seguiu. As pessoas puseram-se tds de pé a aplaudir.

Agradeci, viémos pro lugar e passado praí 1 hora, já íamos no taxi a caminho de Almada.

 

Ah, pra xatear ainda mais, o Luís, c a atrapalhação, perdeu o telemóvel!”

 

 

 

Isto é, de facto, Todo-Terreno, puro, sem as novas tecnologias dos jipes modernos.

 

Com um jipe c 40 anos, nunca sabemos como é q vamos regressar a casa, e garanto-vos q já tou prática a pedir rebokes e já ñ me faz confusão nenhuma, tt foram as vezes q já o tive q fazer.

 

Mas continuo a gostar mto do meu menino e as lágrimas continuam a vir aos olhos de cada vez q ele vai de reboke.

 

 Joana

sinto-me: Bem disposta
publicado por Joana às 15:50
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De apenasMadalena a 16 de Abril de 2007 às 14:18
Olha eu nem vou comentar!!! Já sabes o q penso sobre mulheres aventureiras, com a mania que têm 20 anos!!!! Ehehehehee
Agora a sério: qd eu fôr grande quero ser corajosa, lutadora e aventureira como tu!!! Pareçe q te tou a ver a "montares-te" em cima do jipe e ála q já vais atrasada!!! Eheheheh
E a aventura continua, ah sim, pq tu ñ és dakelas de ficar de braços cruzados, ah poix ñ!!!
Bjokas gandes
Madalena
De hugo vaz a 20 de Junho de 2007 às 21:09
que aventura :) e esse o espirito do tt, o desenrasque e boa disposiçao. parabens pelo blog .
De Joana a 26 de Junho de 2007 às 14:23
Obrigada.
É verdade, c este tipo de carros, tem q ser td mais na base do desenrasca. Irei ao teu blog, sim

Joana

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. A Primavera

. 1 Ano Depois

. Separação Temporária!?

. Tenho saudades!

. Adeus Amiga!

. Fim de Semana Agradável

. Pouco em comum...

. Mal Entendidos, Kem Os Nã...

. Doidos!... Mãe e Filho!

. "Crise" de quê????

.arquivos

. Maio 2011

. Março 2010

. Setembro 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.tags

. todas as tags

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds