Quarta-feira, 19 de Setembro de 2007
Homenagem à Lila

À Minha Tia Lila:

 

Uma irmã da minha avó paterna, q ficou sempre solteira, foi viver c os meus pais dps deles casarem. O meu pai ficou orfão de pai aos 18 meses e a mãe entrou em depressao profunda e ñ kis saber de mais nada até à morte, q ocorreu quase 20 anos dps. Por isso, essa minha tia tomou conta do meu pai dd os 18 meses.

Como a minha mãe era enfermeira e trabalhava de noite e de dia pra conseguir q a família tivesse uma vida condigna, essa minha tia acabou por me criar praticamente dd q nasci.

Chamava-se Idalina, mas eu sempre lhe chamei Lila. Pra mim foi mãe, avó, irmã + velha, amiga. Foi a ela q fiz as minhas confissões de adolescente, foi no ombro dela q chorei alguns desgostos de amor, foi ela q aturou a maior parte das minhas birras, foi c ela q brinkei às bonecas tardes inteiras.

Ela morreu já velhinha (85 anos, penso eu), eu tinha 25 anos. Senti imenso a falta do seu apoio, pq embora eu já fosse casada, gostava imenso q ela fosse passar fins de semana a minha casa, pra podermos estar na conversa. Tinha sempre uma palavra de incentivo, pra ela td o q eu fazia tava bem, era amorosa.

Sofreu bastante durante td a sua vida, visto q no fundo nunca teve vida propria, acabou sempre por viver em casa duns e doutros e a tomar conta dos sobrinhos. Mtas vezes dizia q se arrependia de nunca ter casado.

A ela lhe devo uma grande parte da minha educação e personalidade, mas tb a ela dedikei mto tempo, de dia e de noite, nos mtos momentos em q esteve doente, pois se ela se tinha dedicado a mim, depois era a minha vez de me dedicar a ela.

Apesar de ñ saber ler em escrever, era duma perspicácia fora de normal. Disse-me duas coisas q nunca hei-de eskecer e q mais tarde se provou q eram certas: uma, q ñ devia casar c o meu ex-marido pq ele tinha um feitio mto especial. Acabei por me divorciar,  precisamente devido a esse feitio. Outra, q a minha mãe iria ficar louca pro fim da vida. A minha mae tem agora 84 anos e está com Alzheimer comprovado há cerca de 3 anos.

Recordo-a com a ternura q se recorda uma avó e c a tristeza de kem perdeu alguém q sempre me deu apoio.

 

Joana

 

sinto-me: Nostálgica
tags:
publicado por Joana às 16:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Homenagem à Lila

.arquivos

. Maio 2011

. Março 2010

. Setembro 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Maio 2008

. Abril 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.tags

. todas as tags

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds